Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página


Mobilidade para a UFTM

Visando à internacionalização da universidade, a UFTM recebe estudantes no âmbito de Programas de Mobilidade e de Acordos de Cooperação estabelecidos com universidades estrangeiras. 

Os estudantes estrangeiros poderão cursar até dois semestres acadêmicos (exceto PEC-G) na UFTM. O grau será atribuído pela universidade de origem, sendo emitido um certificado com a relação das disciplinas cursadas e atividades desenvolvidas na UFTM. 
O aluno deve apresentar proficiência oral e escrita em português que o permita acompanhar as aulas na UFTM.

Modalidades oferecidas aos alunos em intercâmbio

Cursar disciplinas
Desenvolver estágio ou projetos de pesquisa sob orientação de um professor da UFTM

Requisitos para candidatura:

Aluno regularmente matriculado em instituição estrangeira de nível superior que tenha acordo de cooperação com a UFTM;
Apresentar nível intermediário de português (certificado Celpe Bras);
Ter concluído o mínimo de 20% e máximo de 90% deu seu curso na universidade de origem;

Processo de candidatura

Documentos necessários:

- Formulário de Candidatura de Aluno visitante;
- Histórico escolar (autenticado pela universidade de origem);
- Cópia do passaporte (duas vias, uma em versão original e outra em tradução para o português);
- 2 fotos 3x4
- Plano de estudos: Lista de disciplinas que o estudante gostaria de cursar na UFTM; essa lista deve ser autorizada (assinatura e carimbo dos responsáveis) pela Universidade/Faculdade de origem. No caso dos alunos de pós-graduação, é necessário apresentar descrição do projeto de pesquisa e das atividades que deseja desenvolver ou complementar na UFTM. O plano de estudos poderá sofrer alterações de acordo com a apreciação do professor tutor e do coordenador de curso, e conforme a oferta de disciplinas;
- Carta de motivação – do próprio aluno, descrevendo seus objetivos e seu plano para alcançá-los;
- Carta de Recomendação– emitida por professor da instituição de origem;
- Descrição de Disciplinas Concluídas: Documento onde conste uma breve descrição, em português, de todas as disciplinas em que o aluno já tenha sido aprovado em sua universidade de origem. Não é necessário que seja um documento oficial, o estudante pode escrever um relato informal das cadeiras cursadas.

Os documentos serão enviados à Assessoria de Cooperação Internacional por email em um único arquivo no formato .pdf ao endereço: aci@pesqpg.uftm.edu.br

Caso seja necessário enviar os documentos via correio, o endereço é o que segue:

Universidade Federal do Triângulo Mineiro
Assessoria de Cooperação Internacional
Avenida Getúlio Guaritá, 159. Sala 325 – Centro Educacional
Bairro Abadia
CEP 38025-440
Uberaba/Minas Gerais, Brasil.


O recebimento de candidaturas está aberto em fluxo contínuo, desde que o período de intercâmbio atenda ao calendário interno.

Carta de aceite na UFTM

A ACI emitirá a carta de aceite aos estudantes que atenderam a todos os critérios estabelecidos, respeitando o prazo indicado. A carta de aceite será encaminhada diretamente para o Escritório de Relações Internacionais da universidade de origem do estudante.

Visto

Com a carta de aceite em mãos o aluno deverá providenciar o visto de estudante, junto ao serviço consular brasileiro em seu país de origem. O visto temporário IV será concedido ao estudante de uma instituição de ensino superior estrangeira aceito para realizar um período de estudos no Brasil.
A UFTM não aceitará estudantes internacionais que não estejam em conformidade com a legislação vigente.

Em geral, são exigidos os seguintes documentos para obtenção do visto:

Passaporte com validade superior a seis meses;
Formulário de pedido de visto; 
Fotografia recente;
Atestado de bons antecedentes criminais expedido há menos de 3 meses pela autoridade local responsável;
Carta de aceite da UFTM;
Seguro de cobertura de assistência médico-hospitalar válido para o Brasil, efetuados por empresa de seguro de âmbito nacional que cubra todo o período de intercambio;
Pagamento de taxa

Outros documentos poderão ser exigidos. Entre em contato com o consulado brasileiro em seu país de origem.

Renovação de visto

Para alunos que vierem cursar um semestre e decidirem cursar dois, ou para alunos PEC-G e PEC-PG que recebem visto temporário e devem renová-lo a cada ano, atenção ao prazo de renovação: compareça na Polícia Federal até um mês antes do vencimento do seu visto no Brasil para solicitar a renovação. Após esta data, será cobrada multa por atraso.

Exigências e procedimentos após a chegada no Brasil

Após a chegada em território brasileiro, uma série de documentos deve ser providenciada para a regularização de sua situação no país.

Apresentação na Polícia Federal

O estudante intercambista deverá apresentar-se na Polícia Federal em no máximo 30 dias a partir da data de sua chegada ao Brasil, a fim de que realize o Registro Nacional de Estrangeiros e adquira sua Carteira de Identidade de Estrangeiro Temporário (CIET). Tal procedimento é desnecessário àqueles que tenham nacionalidade brasileira.

Documentos necessários:

- Passaporte original válido;
- Cópia das páginas usadas do passaporte;
- Pedido de visto (Visa Application);
- Duas fotos ¾ recentes, coloridas, com fundo branco e em posição frontal;
- Formulário para a Polícia Federal preenchido e impresso. 
- O formulário está disponível online no site https://servicos.dpf.gov.br/sincreWeb/

Dicas para preenchimento:
Em Unidade Polícia Federal escolher MG (Minas Gerais) e Uberaba;
Sempre escrever o nome completo segundo a ordem brasileira: Nome e Sobrenome;
Em ocupação principal, escolher Estudante.
Comprovante de agendamento impresso. 
Para agendar uma visita na PF, acesse:
https://servicos.dpf.gov.br/sincreWeb/pesquisaAgendamento.jsp

Comprovante de pagamento de duas taxas:

Taxa de registro de Estrangeiro – R$64,58*
Taxa de Carteira de Estrangeiro (1ª via) – R$124,23

OBS: Pessoas provenientes de países lusófonos têm isenção da Taxa de Registro de Estrangeiro (valor de R$64,58).

Para pagar as taxas:

Guia 1: Taxa de Registro de Estrangeiro

Acesse o site www.dpf.gov.br
Selecione, nas opções GRU – Guia de Recolhimento da União, o link GRU – FUNAPROL (estrangeiro, segurança privada, transporte internacional, armas, aluguéis);
Selecione a opção 3: Pessoas e entidades estrangeiras;
Preencher a Guia de Recolhimento da União – GRU: o endereço deve ser do Brasil. No campo unidade arrecadadora, selecione: MG (015-9) Superintendência Regional do Estado de Minas Gerais.

No campo Código da Receita STN, digitar 140082. Aparecerá escrito: Registro de Estrangeiro/Restabelecimento de Registro e o valor a ser pago. 
Conferir os dados preenchidos, clicar em GERAR GUIA, e imprimir.


GUIA 2: Cédula de Identidade de Estrangeiro

Repetir as instruções 1 a 4 acima;
No campo Código da Receita STN digitar 140120 (Carteira de Estrangeiro de primeira via, valor a ser pago);

Conferir os dados preenchidos, clicar em gerar guia e imprimir;

As guias impressas podem ser pagas em qualquer agência do Banco do Brasil até a data do vencimento e antes de realizar seu registro na Polícia. Leve o comprovante de pagamento das taxas no momento do registro.

Endereço da Polícia Federal em Uberaba/MG
DPF Glorivan Bernardes de Oliveira
Rua Delegado Agílio Monteiro, nº 10 – Parque do Mirante. 
CEP 38081-000 Uberaba/MG
Telefone: (034) 21045200 (034) 33131500

Reiteramos que o registro deve ser feito até 30 dias após a entrada no Brasil. Depois dessa data será cobrada taxa diária e o estrangeiro torna-se ilegal no país.

Todos os estrangeiros devem trazer uma cópia do RNE (Registro Nacional de Estrangeiros), bem como uma cópia do seguro-saúde e visto de estudante para a ACI assim que obtiverem tais documentos.

CPF – Cadastro de Pessoa Física

O CPF (Cadastro de Pessoa Física) não é obrigatório para estrangeiros, mas é necessário em diversas situações como: movimentações financeiras (para abrir uma conta bancária, por exemplo), aquisição de bens no Brasil (linha telefônica, por exemplo) e registro em serviços públicos e privados.
Para tirar o CPF o estudante deve procurar uma agência do Banco do Brasil ou agência dos Correios e solicitar o documento. Há uma taxa no valor de R$5,70.

Para maiores informações, acesse: http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/CPF/InscricaoResidentesBrasilExterior.htm

Fim do conteúdo da página