Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Stricto sensu > Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Biociências Aplicadas
Início do conteúdo da página

 

Apresentação

O Programa Interdisciplinar em Biociências Aplicadas - PIBA, aprovado em 2014 na área de Materiais - CAPES, conta com 14 docentes ligados a disciplinas básicas como biologia, química, física e aplicadas, como Neurologia e Patologia. A constituição do grupo de pesquisa cadastrado junto ao CNPq: "Estudos Interdisciplinares em ciências, tecnologias e saúde" confirma a interação e cooperação interna por um objetivo comum. O Programa foi projetado a profissionais da área de saúde e tecnologia que desenvolverão projetos nas linhas de pesquisas interdisciplinares que estão contidas nessa proposta.

 

Objetivo

Tem por objetivo formar profissionais que serão atuantes em diversos segmentos, capazes de "desenvolver tecnologias para monitorar e remover e/ou detectar poluentes ambientais dos diversos sistemas aquosos, terrestres e mesmo aéreos (como pesticidas, metais pesados, corantes e outros); explorar a biomassa do cerrado que é rica em substâncias de uso medicinal; desenvolver novos fármacos; produzir novos materiais ou modificar os existentes de forma que eleve o potencial de biocompatibilidade; realizar estudos teóricos de simulação da interação entre compostos e superfícies incompatíveis.

Oportunidades para graduados em diversos campos do saber, como no exemplo de biólogos, médicos, odontólogos, químicos, farmacêuticos, físicos, engenheiros, matemáticos, cientistas da Computação e outros profissionais, que terão oportunidade de desenvolver interessantes projetos devido às atuais linhas de pesquisa que estão contidas no programa, que possuem um caráter atual e interdisciplinar.


Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos:
Esta área compreende estudos da extração e purificação de substâncias oriundas de organismos (animais e plantas), bem como a síntese e/ou modificação química de novos compostos bioativos, com aplicações potenciais no biomonitoramento de contaminantes de água, ar e solo e na produção de biomateriais. Outros focos de investigação incluem a caracterização do mecanismo de ação desses compostos, a verificação da biocompatibilidade e da toxicidade orgânica. A aplicação interdisciplinar de conceitos de diferentes áreas do conhecimento (química, físico-química, física, biologia, matemática e medicina) previstos nesta linha de pesquisa possibilita a formação de um profissional capaz de atuar em diferentes setores econômicos.

Materiais Aplicados em Biociências:
Esta área compreende o estudo, desenvolvimento, modificação e aplicação de materiais para a solução de diversos problemas relacionados à área de biociências, permitindo aos discentes elaborar estratégias para desenvolver, modificar substâncias e/ou materiais diversos, de tal forma que as novas propriedades permitam alcançar os objetivos que foram propostos, como por exemplo biocompatibilidade, sensores, etc. Dessa forma, os egressos terão uma boa fundamentação em conceitos que abrangem diversas áreas do conhecimento, permitindo que sejam profissionais mais versáteis, com boa formação interdisciplinar, o que potencializa a capacidade de se tornarem futuros pesquisadores e ainda, serem capacitados a produzir tecnologia numa área de grande interesse regional e nacional.


Linhas de pesquisa:

Estudos de produção, purificação, estrutura, interação e aplicação de biomoléculas (Área de Concentração: Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos)
Descrição: Esta linha de pesquisa concentra estudos que utilizam de métodos de purificação e caracterização para o estudo de ativos nas diversas áreas da biociências. Assim, as linhas de investigação que analisem os mecanismos e processos químicos, físicos, físico-químicos, moleculares, bioquímicos, biológicos e biotecnológicos estão relacionadas ao desenvolvimento de novos métodos de diagnóstico e procedimentos profiláticos/terapêuticos. Essa abordagem interdisciplinar, por meio de ensaios experimentais para a caracterização de aspectos relacionados aos diversos processos fisiológicos e validação biológica de compostos e produtos, é um aspecto importante desta linha.

Interação entre materiais e tecidos vivos (Área de Concentração: Materiais Aplicados em Biociências)
Descrição: A implantação desses materiais em seres vivos tem como objetivo obter uma resposta biológica direcionada ou servir meio de obtenção de informações sobre o meio biológico. Porém a forma como esses materiais interagem com os diversos tecidos vivos podem causar reações variadas que dependem do leito receptor. Portanto o estudo da biocompatibilidade de materiais procura avaliar como um tecido vivo reage à presença desses tendo em consideração os seguintes aspectos: a reação pode variar de acordo com local do implante; o material implantado, dependendo da aplicação, deve interagir de forma ativa com o tecido vivo e algumas aplicações o material deve ser degradado in situ e o produto da degradação não deve causar resposta inapropriada. Portanto, a biocompatibilidade de um material está relacionada à sua habilidade de induzir uma resposta apropriada no receptor em uma situação específica.

Desenvolvimento de compósitos para aplicação na área de biociências (Área de Concentração: Materiais Aplicados em Biociências)
Descrição: Esta linha de pesquisa possui interface entre Tecnologia e Biociências por possibilitar a produção de novos materiais, compósitos de natureza biocompatível, com diversas aplicações. A linha de pesquisa apresenta a possibilidade de desenvolvimento de novos compósitos a partir de macromoléculas biocompatíveis e nano partículas (magnéticas e não magnéticas). As interações entre os componentes dos compósitos e diversas substâncias de interesse (aditivos, fármacos, substâncias com atividades biológicas, etc) permite o desempenho das atividades esperadas in situ. Com as técnicas de produção de compósitos a serem utilizadas será possível modificar a forma dos compósitos, produzindo-os nas formas de micro e nano fibras (ocas e densas), esféricas e/ou particuladas. Estas técnicas servirão para produzir diversos compósitos, por exemplo: membranas poliméricas, géis, sistemas para liberação controlada de fármacos e biomoléculas ativas, visando aplicações tecnológicas na área de biociências.

Funcionalização de superfícies e suas interações com sistemas biológicos (Área de Concentração: Materiais Aplicados em Biociências)
Descrição: Relacionada à modificação seletiva de superfícies de materiais diversos promovendo interações químicas e físicas entre substâncias biológicas com os materiais modificados/funcionalizados. O termo funcionalização se refere a tratamentos nas superfícies dos materiais visando a formação de novos “ambientes químicos” nas últimas camadas da superfície dos materiais, com formação de ligações químicas ou novos grupos funcionais inexistentes no material “pristine”. Dessa forma, ocorre interação da superfície com enzimas, células, proteínas,etc. Materiais têm sido funcionalizados por processos químicos (tratamentos químicos) ou físicos (superfícies modificadas em vácuo usando plasmas frios), visando estudos e aplicações nas áreas de materiais biocompatíveis, sensores, estruturas bactericidas, etc. Dessa forma trata-se de uma linha que envolve pesquisa básica e aplicada nas áreas de Física, Química, Biologia, Engenharias, com alto potencial de desenvolvimento de novas técnicas e produtos.


Ensino superior nas áreas de:
• Biológicas ou Biomédicas;
• Ciências Exatas e da Terra;
• Engenharias.





Coordenador:
Prof. Dr. Ricardo José de Mendonça
E-mail: piba@uftm.edu.br
Tel. (34) 3700-6487

Coordenador substituto: Prof. Dr. Rogério Valentim Gelamo

Secretaria:
Fernando Eduardo de Souza Carvalho
Tel.(34) 3700-6493
E-mail: sec.piba@uftm.edu.br

Praça Manoel Terra, 330 - Campus I
Uberaba/MG - Cep:38025-015


Outras Informações

Ano de aprovação do curso/Autorização de funcionamento
2014

Titulação conferida
Mestre em Ciências

Modalidade
Presencial

Forma de ingresso
Processo seletivo regido por Edital publicado no site da UFTM de forma anual.

Cidade
Uberaba

Fim do conteúdo da página